4 motivos para fugir de Londres

23/09/2016 loveUK 0 Comments

Escolher uma universidade para estudar não é uma tarefa tão simples de fazer. Há um monte de fatores a serem considerados com cuidado como o custo de vida, instalações, recursos de aprendizagem, a proporção de estudantes internacionais, etc. Há também uma questão muito importante que você precisa se perguntar: você quer viver no campus, na zona rural, em uma cidade de médio porte ou em uma cidade grande?

É comum estudantes internacionais considerarem grandes cidades, como Londres ou Edimburgo, como seus lugares preferidos para ir. E, de fato, são cidades exuberantes – seja na cultura diversificada, nos sistemas de transporte abrangentes ou na reputação da animada vida noturna.

Mas ao longo dos últimos anos, os estudantes internacionais vêm experimentando viver longe dos grandes centros e, com isso, oportunidades exclusivas e experiências incríveis também têm sido adquiridas, experiências essas que nem cidades grandes possuem a capacidade de oferecer.

Pensando nisso, juntamos 4 motivos para você considerar morar fora de Londres ao fazer um intercâmbio:

1. Custo reduzido de vida
Viver no interior do Reino Unido significa que você vai economizar muito dinheiro, especialmente com o custo da acomodação. Por exemplo, alguns estudantes em Londres chegam a pagar £250-£400 (algo em torno de R$1.042 a R$1.668) por semana para um alojamento estudantil, mas em Liverpool ou Leeds pode ser de apenas £90 (cerca de R$375). Há, ainda, a economia em transportes. Se você mora próximo ao campus, o transporte será gratuito, pois costuma ser apenas uma caminhada de 10 minutos do seu quarto para suas aulas!

2. Vida noturna mais barata
A vida noturna em cidades menores pode não ser tão vibrante quanto nas cidades. Elas são definitivamente mais student-friendly. As baladas, pubs e bares normalmente cooperam com as associações de estudantes ou sociedades, de forma que os alunos possam entrar gratuitamente. Um serviço de ônibus à noite gratuito também é fornecido para os estudantes, por isso não há necessidade de se preocupar com a volta para casa depois de ter se divertido. E o melhor de tudo: a fim de atrair os alunos, alguns clubes têm diferentes temas a cada dia. Então, esteja preparado para se divertir no mesmo pub duas noites seguidas, pagando praticamente 50% menos do que pagaria nos grandes centros.

slide_325774_3129821_free

The Cavern Club, em Liverpool, conhecido como o lugar em que os Beatles iniciaram a carreira. Foto: divulgação

3. Aproveite os festivais
A maioria das cidades menores do Reino Unido recebem muitos festivais. Alguns exemplos são o Cambridge Jazz Festival, V Festival, Salford Music Festival, Reading Festival, Leeds Festival, Glastonbury, entre muitos outros. Música, comida e diversão para todos os gostos, sem exceção.

p03y6m8w

Festival de Glastonbury. Foto: divulgação

4. Acesso rápido e barato para Londres, Glasgow, Ediburgh, Cardiff e outras cidades do Reino Unido
Querendo ou não, uma hora ou outra, é evidente que você vai querer conhecer as grandes cidades da terra da ranha. E você pode, sempre que quiser, pagando muito barato por isso! Se deseja viajar dentro do Reino Unido, você tem três opções: carro, ônibus e trem. A opção de ônibus é a mais comum, pois os preços variam de £4 a £20 (R$16 a R$83) para uma viagem de ida e volta para Londres. De trem, a viagem pode ser mais longa, mas certamente te oferece incríveis vistas (de Edinburgh para Dundee ou St. Andrews, a viagem custa em média £8 e possui umas das vistas mais sensacionais de lagos, montanhas e o típico visual britânico).

Se animou com as dicas? Busque já um curso em uma universidade do Reino Unido que seja a sua cara e contate o loveUK (contato@loveuk.org.br) para que possamos lhe ajudar a estudar fora.