Annual Meetings 2018: conheça delegação que participará de fórum do BM e FMI

Na próxima semana, sete jovens brasileiros – selecionados pelo programa Diplomacia Civil – embarcam a Bali, Indonésia, para participar do Annual Meetings 2018. Realizado pelo Banco Mundial e Fundo Monetário Internacional anualmente, o fórum acontece entre os dias 9 e 14 de outubro.

O Annual Meetings busca debater sobre questões monetárias internacionais, onde são aprovadas resoluções correspondentes para a implementação de novas políticas financeiras e é emitido no fim do evento o Final Communiqué. O evento conta com a presença do presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, da diretora-gerente do FMI, Christine Lagarde, e dos ministros das Finanças de todo o mundo, que discutirão os progressos das duas organizações ao longo do ano.

Neste momento, os delegados passam pelos últimos workshops preparatórios para a viagem e estão em fase de produção dos artigos, com temas voltados ao assunto do fórum – sugeridos por eles mesmos -, orientados por um professor especialista.

Já em Bali, a delegação conta, além das palestras e debates do evento, com agenda exclusiva de reuniões e encontros com líderes e especialistas, promovidos pela coordenação do Diplomacia Civil.

Conheça os selecionados:

Amanda Simões Fernandes é bacharelanda em Direito pela Faculdade de Direito do Largo São Francisco (USP) e pela Université de Lyon III – Jean Moulin. Estudou um semestre na Universität Zurich, na Suíça, com foco em Direito Econômico e, atualmente, cursa programa de MicroMaster em Data, Economics e Development Policy no Massachusetts Institute of Technology (MITx) e o Programa de Certificado Profissional em Realidad Macroeconómica Latinoamericana do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). É estagiária de Direito Concorrencial no escritório Levy & Salomão Advogados e participa do Laboratório de Inovação e Direito (LID).

Bárbara Dayana Brasil é doutoranda em Direito Público na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra (Portugal), mestra em Ciências Jurídicas pela Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI) e especialista em Direito Administrativo pelo Instituto de Direito Romeu Felipe Bacellar (IDRFB). Bacharela em Direito pela Faculdade Mater Dei (FMD), atua como Diretora da Procuradoria Geral do Município de Pato Branco e como docente na disciplina de Direito Constitucional e Administrativo no Curso de Bacharelado em Direito da Faculdade Mater Dei (FMD).

 

Beatriz Almeida Saab é graduada em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas (FGV- EAESP), estudando um semestre na Universidade de Granada (Espanha). Trabalhou em organizações estudantis voltadas ao impacto social e completou o ciclo de pesquisas acadêmicas da faculdade, focado em políticas de acolhimento a refugiados. Trabalhou como estagiária em investimento social e leis de incentivo fiscal, inicialmente na gestão de projetos em um Instituto e, posteriormente, em auditoria de projetos sociais em uma startup. Atualmente, trabalha no Legisla Brasil, organização não-governamental e apartidária, sendo responsável pelo recrutamento de jovens talentos para trabalhar no Legislativo Brasileiro.

Denise Rutkowski é advogada e Assessora Parlamentar na Câmara dos Vereadores de Uberlândia, atuando no Departamento Técnico Legislativo. Realizou estágio profissional por dois anos na área criminal no Poder Judiciário de Uberlândia e, por três anos, em um escritório de advocacia. É graduada e mestre em Design de Moda pela Universidade da Beira Interior na cidade de Covilhã, em Portugal, onde morou por cinco anos, oportunidade da qual participou de diversos eventos de Moda e Marketing nas cidades de Lisboa e Porto, também em Portugal.

 

Gustavo Jorge Silva é mestrando em Direito Econômico pela Universidade de São Paulo, onde se formou bacharel em Direito e foi coordenador do Grupo de Estudos Direito e Regulação do Capitalismo – GEDIRC. Atualmente, pesquisa as particularidades da regulação das políticas monetária e cambial brasileira após a crise de 2007-2008. Atuou como advogado na área de Antitruste, Concorrência, Governo e Comércio Internacional do escritório Tauil & Chequer Advogados, associado ao escritório Mayer Brown LLP (EUA). Estudou na Universidade de Lucerna, Suíça, e é bolsista do Programa de Ação Afirmativa do Instituto Rio Branco – Bolsa Prêmio de Vocação para a Diplomacia.

Luísa Lopes é bacharelanda em Direito pela Faculdade de Direito do Largo São Francisco (USP).  Integrou como pesquisadora a equipe da USP na X Edição da Competição Internacional de Arbitragem e Direito Comercial. Participa do Núcleo de Direito, Internet e Sociedade da Faculdade de Direito da USP (NDIS). Atualmente, estagia no L.O. Baptista Advogados na área de Arbitragem e no Departamento Jurídico XI de Agosto.

 

 

João Ricardo Costa Filho é doutor em Economia pela Universidade do Porto (Portugal), mestre em Economia pela Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (EESP-FGV) e bacharel em Administração pela ESPM. Atualmente, é professor de Economia do Ibmec/SP, do Mestrado Profissional da EESP-FGV e consultor da Pezco Economics. Já atuou no mercado financeiro com políticas de crédito e produtos de investimentos. Desenvolve, no momento, pesquisa na área de macroeconomia e política econômica.

 

Instituto Global Attitude agradece a todos os inscritos na seleção. Para saber sobre o que os delegados estarão vivenciando no evento, acompanhe as nossas redes sociais (FacebookTwitter e Instagram), onde promovemos a cobertura do programa.