BRICS International School oferece bolsa para semana de imersão em Moscou sobre o bloco

Estão abertas as inscrições para o BRICS International School, programa que busca treinar e ensinar jovens sobre as questões políticas, econômicas e humanitárias dos BRICS – bloco formado por cinco países com economias emergentes: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul -, além de áreas específicas de interação dos países integrantes. O programa, que acontece em Moscou, Rússia, é realizado pelo Russian National Committee on BRICS Research junto ao Alexander Gorchakov Public Diplomacy Fund e oferece bolsa integral durante todo o período da imersão.

Já em sua segunda edição, o programa acontece de 26 a 30 de agosto deste ano e oferece uma série de cursos e palestras feitas por especialistas, representantes do governo, organizações não governamentais, ministérios e agências russas e internacionais, construindo um grupo de especialistas em BRICS e desenvolvendo a cooperação da juventude no bloco.

Candidatos devem ter entre 18 e 35 anos, saber inglês e ser cidadãos de algum país do bloco, da Europa ou da Ásia. A organização selecionará em torno de 35 participantes, podendo ser diplomatas, médicos, jovens cientistas, jornalistas e estudantes de graduação.

No ano passado, uma delegada do Diplomacia Civil que participou do OECD Forum 2018, foi um dos cinco brasileiros selecionados para o programa. Ao lado de diplomatas e outros estudantes de graduação e mestrado, Rebecca Giovannetti assistiu a uma série de cursos e palestras, as quais cobriram temas como cooperação econômica e comercial entre os BRICS, investimentos, cooperação energética, diplomacia pública da juventude na teoria e na prática, 4a Revolução Industrial, eloquência e discurso, além de palestras específicas sobre cada país do bloco.

 

“O OECD Forum, que participei em maio com o Diplomacia Civil, ajudou muito, valorizou bastante o meu currículo. Eu já tinha participado de outros fóruns, mas esse foi um dos mais importantes. Eu aprendi muito sobre como me portar em um contexto onde você tem que fazer aquele networking, ir atrás e fazer conexões dentro e fora da sua própria delegação. Isso me ajudou muito em ter estratégia para saber me comunicar com essas pessoas, tanto em um contexto acadêmico quanto profissional. São pessoas que estão fazendo pesquisa acadêmica, carreira internacional dentro dos BRICS e com certeza fiz conexões pro resto da minha vida”, afirma Rebecca.

As inscrições para a segunda edição do BRICS International School vão até o dia 15 de agosto, às 18h (horário de Brasília) e os selecionados receberão bolsa que custeará as aulas, estadia em Moscou no período do programa, programação cultural, alimentação e transfer. O benefício, porém, não cobre passagem aérea, devendo ser de responsabilidade do candidato.

As inscrições são feitas por meio de formulário online e deve incluir, além do currículo, vídeo de 1 minuto respondendo à pergunta: “Por que você quer se tornar um participante da BRICS International School?”. O resultado será divulgado no site dos organizadores: www.nkibrics.ru e www.gorchakovfund.ru e os selecionados serão informados por e-mail.