Conheça a delegação brasileira que irá ao European Development Days, na Bélgica

Com mais de 100 inscrições, o Instituto Global Attitude enfim anuncia a delegação que participará do European Development Days (EDD) 2016, a ser realizado em Bruxelas, Bélgica, de 12 a 18 de junho.

Promovido anualmente pela Comissão Europeia, os participantes do EDD compartilham ideias e experiências que inspirem novas parcerias e soluções inovadoras para os desafios mais urgentes do mundo. Neste ano, o evento completará sua 10ª edição e discutirá o tema “Agenda 2030 para Desenvolvimento Sustentável”, sendo uma das primeiras conferências de grande porte dedicada à questão.

A delegação passa no momento por quatro workshops preparatórios para o melhor proveito da viagem e produzirá, ainda, um artigo de opinião com tema de própria escolha. Durante a conferência, os delegados terão a oportunidade de participar dos debates e discussões, estando em constante contato com pessoas influentes.

Conheça a delegação:

beatrizBeatriz de Faria Scotton– Graduanda em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e estagiária no Ofício de Direitos Humanos, Tutela Coletiva e Imigrações da Defensoria Pública da União em São Paulo. Atuou no Escritório Modelo da PUC, que presta assistência jurídica à população de baixa renda e no Instituto Terra, Trabalho e Cidadania no Projeto Presas Estrangeiras, com atendimento jurídico e social às mulheres encarceradas estrangeiras na cidade de São Paulo.

 

 

jackJack Fernandes dos Santos Netto – Formado em Relações Internacionais, trabalha atualmente na ASAU, Arquitetura e Urbanismo, como chefe de planejamento da empresa. Estagiou anteriormente no programa do Submarino Nuclear Brasileiro (PROSUB) na área de importações e logísticas e trabalhou na prefeitura de Itaguaí como assessor de gabinete, participando de negociações com órgãos internacionais no passado como a Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD). Menção honrosa na Simulação das Nações Unidas (SIONU) de 2011, foi diretor da mesma simulação de 2012 a 2015, assim como em outras simulações no Rio de Janeiro. Participou do CCOPAB para a missão de paz da ONU no Haiti.

juarezJuarez Alexandre da Silva – Graduando em Relações Internacionais pela Fundação Santo André, autor de “A Importância do Reconhecimento de um Genocídio para as Relações Internacionais: Estudo sobre Caso Armênio”, tendo recebido convites para lançar seu trabalho como livro por editoras paulistas após excelência em sua defesa. Recebeu, ainda, certificado por parte do Comitê Brasileiro do Centenário do Genocídio Armênio pela participação em concurso de criação de artigo sobre o reconhecimento do assunto. Participou de seminários da ONU-ACNUR sobre a Proteção Internacional de Refugiados e morou 12 meses na Geórgia, EUA, sendo fluente em inglês e, ainda, em espanhol.

leticiaLetícia Alves Nogueira – Graduanda em Direito pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Minas Gerais. Atualmente é estagiária no Escritório de Assessoria Jurídica Popular (ESAJUP) e voluntária na Clínica de Enfrentamento ao Trabalho Escravo (C.E.T.E), que conduz, em seu âmbito, levantamento de dados da realidade do trabalho escravo em Uberlândia e região, além de oferecer capacitações e palestras para assistentes sociais e técnicos. Já realizou pesquisas como membro de grupos de estudos referentes a História do Direito, Direito Internacional e Direito Constitucional e Cidadania, tendo feito apresentações ligadas às temáticas em eventos locais.

miziaMízia Brito dos Santos – Graduanda em Relações Internacionais pela Universidade Católica de Brasília. Frequentou a Universidade de Oxford, onde estudou Teorias das Relações Internacionais. Foi Presidente Organizacional do Núcleo de Simulações Internacionais (Nucsi), da Universidade Católica de Brasilia. Atualmente trabalha como Secretária-adjunta da Comunidade Terapêutica Vida Nova, localizada em Bom Jesus da Lapa (Bahia), e está à frente da startup Pollis, que visa a profissionalização e inserção dos jovens no mercado de trabalho.

 

pedroPedro Casali Guedes – Graduando em Engenharia de Controle e Automação na UFSC, atualmente fazendo mestrado em Engenharia Elétrica no Institut National Polytechnique de Toulouse (França). Foi participante ativo do Movimento Empresa Júnior por mais de quatro anos, sendo Presidente de sua empresa de origem (Autojun), Conselheiro da Federação Estadual (FEJESC) e Coordenador de Parcerias do Junior Enteprise World Conference (JEWC 2016). Integrante do NEO Empresarial – grupo referência na formação de futuros Engenheiros – por dois anos, sendo o Líder da equipe por um semestre. Realizou dois estágios de verão – um na WEG, em Jaraguá do Sul, e outro na Fundação CERTI, em Florianópolis. Além disso, foi bolsista de pesquisa em sistemas multi robôs, monitor acadêmico e organizador de eventos de extensão.

edd-001Stefanny Officiati de Lima – Graduanda em Relações Internacionais na Universidade Estadual da Paraíba, realiza trabalho voluntário há seis anos no Rotary Club, já tendo ocupado os cargos de Presidente Eleita, Vice-Presidente,  Protocolo, Presidente de Projetos Internacionais e Representante Distrital. Fez intercâmbio de um ano em Taiwan, onde aperfeiçoou o mandarim e seu interesse pela área diplomática. Foi voluntária no Internet Governance Forum (IGF) 2015 e participa da coordenação de delegações do Encontro Nacional dos Organizadores de Modelos das Nações Unidas (ENOMUN).

 

Parabenizamos os delegados e esperamos que a experiência no programa seja enriquecedora. Aos que não foram aprovados, sem desânimo! O segundo semestre ainda promete muitas novidades do Diplomacia Civil. Assine nosso newsletter e acompanhe nossas redes sociais para não deixar passar nenhum prazo de inscrição.

Leia mais: Diplomacia Civil seleciona jovens para participar do European Development Days