Conheça a delegação que participará da conferência do Conselho de Direitos Humanos da ONU

Após passar por uma seleção com quase 250 inscrições, o Diplomacia Civil finalmente apresenta os 11 delegados que irão a Genebra (Suíça) para participar do UN Forum on Business and Human Rights. Capacitada e coordenada pelo programa do Instituto Global Attitude, a delegação viverá uma experiência ímpar, de relevância internacional para suas formações pessoais e profissionais.

Criado em 2011 pelo Conselho de Direitos Humanos da ONU, o fórum é a maior reunião mundial anual sobre o tema dos direitos humanos e sua relação com os negócios, proporcionando um espaço único para o diálogo sobre as principais questões de direitos humanos na economia global. Em sua sétima edição, o evento reunirá mais de dois mil participantes de governos, instituições internacionais de direitos humanos, organizações não governamentais, empresas, academia e mídia sob o tema “Realizando o acesso à solução”. Através dos diversos painéis da programação, serão discutidas as tendências que consideram o papel de negócios e direitos humanos nos contextos políticos e sociais de hoje ao redor de todo o mundo.

De 26 a 30 de novembro os jovens delegados não só participarão das palestras e debates oferecidos pelo evento, como também contarão com uma agenda exclusiva de reuniões e encontros com líderes e especialistas na área de Direitos Humanos, promovidos pela coordenação do Diplomacia Civil.

Saiba mais sobre a nossa delegação:

Ana Carolina Paixão de Queiroz – Bacharelanda em Economia na Stanford University (Califórnia, EUA), e cursou o primeiro semestre de Direito na Universidade de São Paulo (USP). Foi eleita senadora do corpo estudantil de Stanford, composto por mais de 17.000 alunos de graduação e pós-graduação, e participa de grupos que apoiam as demandas de trabalhadores da universidade e defendem direitos de imigrantes na região. Desenvolveu projeto financiado por Stanford para tornar ambientes de ensino de tecnologia mais acessíveis e acolhedores para meninas em São Paulo. Além disso, em agosto de 2016, foi a delegada brasileira no G(irls)20 Summit em Pequim, conferência que busca promover autonomia econômica para mulheres ao redor do mundo.

Ana Flavia Sabi Rizelo – Advogada, bacharel em Direito pela Faculdade Cesusc (Florianópolis, Santa Catarina) e Mestre em Direito Internacional pela University College London (UCL, Londres). Estagiou na Missão Permanente do Brasil junto à Organização das Nações Unidas e outras Organizações Internacionais em Genebra e, atualmente, atua como estagiária da ONG Commonwealth Human Rights Initiative (CHRI) em Londres, onde desenvolve pesquisa relacionada à escravidão moderna e campanha diária de notícias, tendo, ainda, representado o escritório na 36a Sessão do Conselho de Direitos Humanos da ONU e organizado eventos paralelos às margens do mesmo. Durante a graduação em Direito integrou a Comissão de Acadêmicos de Direito da OAB/SC e foi membro de grupos de pesquisa em Direito Internacional e Migrações.

André Augusto Giuriatto Ferraço – Mestrando em Direito na Universidade de Brasilia (UnB) na Linha Internacionalização, Trabalho e Sustentabilidade, desenvolvendo pesquisas sobre conflitos hídricos e a gestão integrada dos eixos água, energia e alimentação. Membro do Grupo de Estudos em Direito, Recursos Naturais e Sustentabilidade (GERN/UnB), pesquisador no Projeto Recursos hídricos, saneamento básico e os efeitos da mineração no Distrito Federal com amparo da FAP-DF e bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de Vitória (FDV). Trabalha no Tribunal Regional Federal da 1° Região e foi premiado em 2017 pelas teses apresentadas no XXVI Congresso Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Direito e no VI Prêmio José Bonifácio de Andrada e Silva do Instituto o Direito por um Planeta Verdade.

Beatriz Arnaut Dalle Lucca – Bachaleranda em Engenharia Química pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Possui duplo diploma pela École Centrale de Nantes (Nantes, França), onde passou dois anos estudando Engenharia Generalista, com foco em transformação digital. Fez um curso de verão sobre Economia e Relações Internacionais na Beihang University, em Pequim, China. Atualmente é estagiária no The Boston Consulting Group, onde realiza projetos de consultoria estratégica para grandes empresas atuando no Brasil. Além disso, desde 2013 participa ativamente da ONG Matemática em Movimento, a qual visa ajudar jovens do ensino público a seguirem seus sonhos através da educação.

Camila de Oliveira Amélio – Estudante de Relações Econômicas Internacionais na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Ao longo de sua graduação, participou de empresa júnior, onde atuou como consultora e coordenadora do Núcleo Social. Um dos projetos executados na empresa júnior envolvia uma análise da relação entre uma mineradora e as comunidades onde o empreendimento estava situado. Posteriormente, atuou como estagiária de Planejamento Estratégico e Reporte de Saúde, Segurança e Desenvolvimento Sustentável na mesma mineradora. Atualmente, trabalha em uma consultoria voltada para o desenvolvimento econômico de municípios e regiões, desenvolvendo projetos junto ao Banco Mundial e apoiando um projeto financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Guilherme Antunes Ramos – Bacharel e mestre em Relações Internacionais. Fez parte da primeira turma do curso de graduação em Relações Internacionais da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e graduou-se com honra, recebendo da instituição o diploma de dignidade acadêmica magna cum laude. Diplomou-se mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), tendo desenvolvido pesquisa na área de análise de política externa dos Estados Unidos. Foi recentemente bolsista de extensão universitária no Programa Agente Local de Inovação, parceria entre o SEBRAE e o CNPq, direcionado à difusão da cultura da inovação entre micro e pequenas empresas.

Lorena Nazar Chaves – Graduanda em Relações Internacionais pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Já realizou intercâmbio acadêmico em Vancouver (Canadá) e foi premiada com bolsa de estudos integral no Centro Educacional Montessoriano Reino Infantil. Em sua trajetória acadêmica, participou de modelos de simulações das Nações Unidas e foi membro do Diretório Acadêmico Souza Dantas, secretária acadêmica da III Simulação de Relações Internacionais da UFRRJ e diretora acadêmica da VI Semana Acadêmica de Relações Internacionais da UFRRJ (SARI). Atualmente é diretora acadêmica da VII SARI e monitora voluntária do Laboratório Interdisciplinar de Estudos em Relações Internacionais (LIERI). Também trabalha como diretora administrativa-financeira na XPORT Jr, empresa júnior de Relações Internacionais da UFRRJ.

Luciano Araújo Tavares – Advogado e sócio do escritório Gentil, Tavares & Brandão Advogados. Graduado pela Universidade Federal do Amazonas (2017), foi orador da equipe campeã da II Seletiva Regional Norte de Arbitragem, vice-campeão do I Concurso Estadual do Sistema Interamericano de Direitos Humanos da OAB/AM, onde foi eleito o melhor orador. Participou como orador na Competição do Julgamento Simulado do Sistema Interamericano de Direitos Humanos, organizado pela American University em Washington, DC. Em 2016 participou como redator da equipe que representou a UFAM na Willem C. Vis International Commercial Arbitration Moot. Atualmente é membro do Grupo de Estudos do Sistema Interamericano de Direitos Humanos.

Luiz Felipy dos Santos Costa Leomil – Bacharelando em Relações Internacionais pela Unilasalle Rio de Janeiro. Desde o início de sua graduação, teve muito interesse pelos temas de Direitos Humanos e refúgio, tornando-se estagiário voluntário na Caritas-RJ – ONG que promove assistência social e legal aos refugiados e solicitantes de refúgio que vivem no Rio de Janeiro –, onde trabalhou no escritório de advocacy e pesquisa. Também atuou na área de consultoria empresarial, tendo trabalhado na direção de marketing da Lasalle Júnior. Atualmente, é pesquisador no projeto de pesquisa “Direitos Humanos e Relações Internacionais: os refugiados e a atuação do Estado brasileiro”, promovido por sua faculdade.

Marília Gabriela Gomes de Oliveira Gradin – Graduada em Direito pela PUC-SP, com especialização em Direito Público pela Faculdade Damásio de Jesus e em Política e Relações Internacionais pela FESP-SP. É advogada, com trajetória em contencioso (escritórios de advocacia e órgãos públicos) e em consultivo, com tutoria em curso de preparação para Exame da OAB e pesquisa legislativa. Também possui experiência em revisão de textos e tradução técnica. Atualmente trabalha na Thomson Reuters com pesquisa e atualização legislativa. Possui interesse no estudo do Direito internacional Público e efetividade da norma internacional, tendo participado de cursos de curta duração em Direito Internacional na Université de Genève (2015) e em Utrecht University (2016).

Nathália de Paula Brandão – Graduanda em Direito pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Neste ano, foi selecionada para estudar Ciências Políticas e Direito Internacional junto à Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne, na França, bem como Direito Internacional Privado na Academia de Direito Internacional de Haia, na Holanda. Foi integrante do Projeto Afilhada Acadêmica, promovido pelo Instituto Brasileiro de Direito Processual (IBDP), durante o qual produziu o artigo científico “Incidente de Desconsideração da Personalidade Jurídica em sede de Execução Fiscal: Uma promessa constitucional?”, finalista do III Prêmio Suzy Koury do IBDP. Atualmente, é Diretora de Atividades Acadêmicas na Associação ELSA Paris 1 (European Law Students’ Association) e realiza pesquisas no âmbito do Grupo de Pesquisa Efetividade da Jurisdição (GPEJ- UFF).

Para ficar por dentro de tudo o que acontece sobre os jovens delegados neste fórum acompanhe a página do Instituto Global Attitude nas mídias sociais.

Tem interesse em participar dos mais importantes fóruns globais? Saiba mais sobre o Diplomacia Civil e fique por dentro das próximas chamadas para delegações!