Conheça os 10 brasileiros que participarão do World Investment Forum, em Genebra

Mais uma delegação do Diplomacia Civil passa pelos últimos preparos e treinamentos para participar de um fórum internacional. Desta vez, 10 brasileiros embarcam no próximo sábado (20) em direção a Genebra, Suíça, para o World Investment Forum 2018, promovido pela Conferência da ONU sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD, na sigla em inglês).

Focado na temática “Investindo no Desenvolvimento Sustentável”, o evento acontecerá na sede da ONU entre os dias 20 e 28 de outubro, abordando discussões sobre os desafios para o investimento internacional na nova era da globalização e buscando soluções e novas parcerias globais para promover a prosperidade a todos. Este ano, o WIF completa 10 anos servindo como um dos primeiros fóruns a alavancar a política de investimento para o desenvolvimento sustentável, já tendo acontecido na Turquia, China, Catar, Suíça e Quênia.

Durante uma semana, a delegação contará, além das palestras e debates do evento, com agenda exclusiva de reuniões e encontros com líderes e especialistas, promovidos pela coordenação do Diplomacia Civil.

Conheça os delegados:

Amanda Paiva é bacharela em Sistemas de Informação pela FIAP, com extensão internacional em Behavioral Economics e Inteligência Artificial pela Higher School of Economics (HSE) em Moscou, Rússia. Foi estagiária de Gestão de Projetos e, atualmente, trabalha como analista de Business Intelligence numa consultoria. Em 2017 foi premiada pelo 3º lugar na final mundial do eSkills4Girls – programa do Ministério Federal de Cooperação Econômica e Desenvolvimento (BMZ) da Alemanha, em parceria com organizações como UN Women e UNESCO – e teve a oportunidade de discursar durante o evento do G20 ‘Women 20 Summit’ (W20), em Berlim, por sua iniciativa de educação e impacto social na área de Tecnologia.

Felipe Amorim Campos é mestre em Relações Internacionais pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), bacharel em Humanidades, com área de concentração em Relações Internacionais pela UFBA, e bacharel em Direito pela Faculdade Ruy Barbosa. Durante a graduação, foi bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), tendo sido coautor do artigo “Hugh Wilson: um capitalista britânico na Bahia oitocentista”, publicado na Revista Crítica Histórica, da Universidade Federal de Alagoas. Atualmente, desenvolve pesquisa no campo de história das relações internacionais, estudos do desenvolvimento, e comércio internacional. Já atuou na Defensoria Pública do Estado da Bahia e no Comitê Nacional para os Refugiados (CONARE).

Graziella Matarazzo é graduada em Pedagogia pela USP, especialista em Design Thinking e Inovação na Educação, Psicopedagogia e está cursando Mestrado em Educação na PUC-SP, com foco em novas tecnologias na educação. Atuou como educadora em sala de aula por nove anos, há cinco anos oferece formação a educadores para uso de tecnologias, foi coordenadora de Tecnologia em um sistema de Ensino, Gerente de projetos em uma agência de Design de Serviços Públicos desenvolvendo projetos de inovação em educação e cultura, na equipe do CIEB e hoje atua como coordenadora de tecnologia aplicada em uma escola que se propõe a uma educação inovadora com 4 pilares: Sustentabilidade, Fluência Digital, Colaboração e Empreendendorismo.

Isabela Lima Curvo é graduanda de Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Atualmente, é estagiária de Serviços Financeiros no Consulado-Geral Britânico e voluntária em um projeto social que presta assistência a moradores de rua (Entrega Por SP). Em meio acadêmico, é integrante do coletivo feminista de Relações Internacionais da PUC-SP (MaGu) e co-diretora do setor de desenvolvimento da Cenários PUC-SP, projeto que pretende produzir reflexões críticas acerca de temas contemporâneos relevantes da agenda internacional, formatado de acordo com os parâmetros da ONU.

Juliana Liano é graduanda em Direito pela Faculdade de Direito do Largo São Francisco (USP) e Trainee em Aviação e Finanças no escritório jurídico global Norton Rose Fulbright. Atua como coordenadora acadêmica do Centro de Estudos do Mercado Financeiro e de Capitais (CEM-USP), vinculado à Faculdade de Direito, e faz parte do time de mediação da Universidade de São Paulo para a 14ª Competição de Mediação Empresarial da Câmara de Comércio Internacional – The ICC Commercial Mediation Competition, a qual acontece em Paris, França, em fevereiro do ano de 2019.

 

Lorenzo Nicoletti é graduando na Faculdade de Direito da Fundação do Ministério Público do Rio Grande do Sul (FMP-RS) e especializando em Direito Comparado e Europeu dos Contratos e do Consumo pela Université Savoie Mont Blanc (França). É pesquisador na modalidade ICVOL pela Faculdade de Direito da UFRGS e membro dos grupos de pesquisa CNPq – Mercosul, Direito do Consumidor e Globalização (UFRGS) e CNPq Tutelas à Efetivação de Direitos Públicos Incondicionados (FESMP-RS). Foi bolsista-mérito do DAAD (serviço alemão para intercâmbios acadêmicos) no Herder Institut da Universität Leipzig, Presidente da Gestão MINERVA (2017) do Centro Acadêmico Sophia Sturm (CASS) e assistente no Serviço de Assessoria Jurídica Universitária – SAJU G7 Direitos do Consumidor. Atualmente, tem vínculo de estágio com o Veirano e Advogados na área de resolução de conflitos, membro da Associação Luso-Alemã de Juristas e membro discente da Academia Brasileira de Direito Civil.

Mariah Campos é graduanda em Gestão Ambiental da ESALQ-USP, campus de Piracicaba. Por dois anos estagiou no grupo de extensão Cajan, pertencente ao núcleo de Agroecologia Nheengatu da ESALQ-USP, onde desenvolveu dois projetos do Programa Unificado de Bolsas sobre Políticas Públicas para a Agricultura Familiar. Atualmente, é estagiária do Laboratório de Ecologia, Manejo e Conservação de Fauna Silvestre- LEMaC, também na ESALQ-USP. Também é estagiária do Instituto Paulista de Cidades Criativas e Identidades Culturais – IPCCIC. Participou no V Congresso Internacional de Cidades Criativas, na Universidade do Porto, Portugal, em janeiro de 2017, com o trabalho Cidade Habitável: Para as Pessoas e com as Pessoas. É pesquisadora no projeto Juventude e Meio Ambiente, parceria do Fundo de Populações da ONU (UNFPA) com o Ministério do Meio Ambiente.

Matheus Acir é graduando em Relações Internacionais com ênfase em negócios na Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM). Trabalhou com marketing digital em uma empresa varejista na administração de mídias sociais. Atualmente, trabalha na área de gestão financeira em uma startup de educação e tecnologia em São Paulo. Possui experiência em organizações estudantis e realizou cursos de capacitação nas áreas de comércio exterior, internacionalização de empresas e negociação.

 

 

Pedro Henrique Pires é estudante de Relações Internacionais na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, Embaixador CHOICE 2.0 e foi delegado brasileiro na 21ª edição da Youth Assembly na ONU em fevereiro de 2018. Nascido na cidade de Ruy Barbosa, no sertão da Bahia, é ativista na luta contra os efeitos da seca sofridos pela população sertaneja. Como Embaixador CHOICE 2.0, desenvolveu em equipe um projeto para captar água do ar – transformando-a em líquido – como solução para famílias com difícil acesso a água.

 

Raphael Bertão é graduado em Relações Internacionais pelo Ibmec-RJ. Atualmente, é analista em merchandising na Divisão de Luxo da L’Oréal Brasil e é um dos fundadores do projeto social Bottom Up, o qual, com o apoio do Departamento de Estado Norte Americano e do Institute of Training & Development, busca capacitar com aulas crianças das favelas do Rio de Janeiro a terem a oportunidade de falar inglês; serem jovens líderes de sua sociedade e aprenderem sobre cidadania e relações internacionais. Além disso, é um dos bolsistas selecionados pelo LAIOB (Latin America Institute of Business) para realizar um curso de curta duração em Gestão na Ohio University, em fevereiro de 2019.

Instituto Global Attitude agradece a todos os inscritos na seleção. Para saber sobre o que os delegados estarão vivenciando no evento, acompanhe as nossas redes sociais (FacebookTwitter e Instagram), onde promovemos a cobertura do programa.