Conheça os delegados brasileiros que irão participar de fóruns mundiais pelo Diplomacia Civil

Mais três delegações brasileiras foram formadas pelo programa Diplomacia Civil. Conheça quem são os delegados para o OECD Forum, em Paris (França), Vienna Energy Forum, em Viena (Áutria), e Euro-BRICS Young Leaders Summit, em Helsínquia (Finlândia).

 

OECD Forum – 1 a 5 de maio – Paris

Guilherme Silva Fracarolli – Engenheiro agrônomo pela USP, com especialização em Desenvolvimento Regional pela UFPR e mestrando em Gestão e Políticas Públicas na EAESP/FGV. Trabalha no Ministério do Desenvolvimento Agrário. Tem participações nas edições de 2013 e 2014 do Global Public Policy Conference (GPPN), realizadas em Tóquio e Berlim, com os textos titulados “The role of Brazilian Institutions in National Rural Conflicts” e “Responsibility of the Brazilian government in defense of its peasants”. Tem foco de pesquisa em desenvolvimento regional e políticas públicas para segurança alimentar e nutricional.

Ana Beatriz de Alcântara – Bacharelanda em Direito pelo Centro Universitário do Pará – Cesupa. Trabalha há três anos em escritório privado com foco na área empresarial e grupos econômicos na capital paraense. Está produzindo sua Tese de Conclusão de Curso, com foco na função social da empresa aplicada em direito, comparando Brasil x França, onde residiu por 4 meses. É fluente em inglês, espanhol, francês e estudando mandarim.

Artur Villela Ferreira – Administrador de empresas pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo, da Fundação Getúlio Vargas, com concentração em Sustentabilidade e Meio Ambiente. Já atuou profissionalmente com investimentos de impacto no Instituto de Cidadania Empresarial, na área de marketing da startup brasileira de educação Geekie e, atualmente, é consultor nas áreas de infraestrutura, saneamento e meio ambiente na consultoria GO Associados.

 

Euro-BRICS Young Leaders Summit – 8 e 9 de junho – Helsínquia

Gabriela Santos Bazzo – Editora internacional do Brasil Post. Jornalista pela UFSC, com especialização em Relações Culturais Internacionais pela Universitat de Girona (Espanha). Pós-graduanda em Política e Relações Internacionais na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Trabalhou 2 anos na Folha de S. Paulo, com passagem pelas editorias Mundo e Mercado, além do programa de trainee, onde desenvolveu o projeto “O Custo do Voto”, sobre financiamento de campanhas eleitorais no Brasil e no mundo.

Eduardo Zanatta de Carvalho – Formado em Relações Internacionais pela Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI), com passagens por Suíça, Portugal e China durante a graduação. É assessor parlamentar na Câmara de Vereadores e conselheiro do Conselho Municipal da Juventude (COMJUV-BC), tendo sido presidente na gestão de 2014. Em 2014 também integrou como representante da sociedade civil a delegação brasileira no 1º Fórum Global de Políticas de Juventude, promovido pela ONU, em Baku, Azerbaijão.

Maiara Folly Gomes – Estuda Relações Internacionais e é pesquisadora do Programa de Educação Tutorial do Instituto de Relações Internacionais da PUC-Rio, em parceria com o BRICS Policy Center, com o projeto “Brasil Global: os desafios da inserção internacional brasileira em um mundo em transformação”. Integra o grupo de pesquisa sobre “Potências Emergentes no Atlântico Sul”. Foi contemplada com Bolsa de Pesquisa Júnior pelo Real Gabinete Português de Leitura e pelo Instituto Internacional de Macau, por seu projeto sobre o papel estratégico dos países de língua portuguesa nas interações entre Brasil e China.

Vanessa Tarantini – Formada em Relações Internacionais pela UNESP Franca. Mestre, pela Universidad Autónoma de Madrid, em gestão de organizações não-lucrativas e mestranda em Direitos Humanos na Faculdade de Direito da USP. Trabalha no Escritório Compartilhado da ONU em São Paulo, para a Rede Brasileira do Pacto Global. Já foi voluntária da ONU no programa Cisco Networking Academy, e hoje coordena o programa de Facilitadores Sociais, do Instituto ADUS. Trabalhou na Cisco, na sede do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados em Genebra e na Fundación Luis Vives, em Madri.

Fernando Haddad Moura – Formado em Relações Internacionais com ênfase em Marketing e Negócios pela ESPM-SP. Há seis anos trabalha no Terceiro Setor e em organizações internacionais como o Cities Alliance. Em 2012, representou o Brasil no G20 Youth Summit como sherpa da delegação brasileira. Atualmente, é diretor regional do TETO, sendo responsável por apoiar e gerir os escritórios do Rio de Janeiro, Paraná e Bahia e planejar as próximas expansões da organização pelo Brasil. Cresceu nos EUA e morou na França e Espanha.

 

Vienna Energy Forum – 17 a 21 de junho – Viena

Thalison Bruno Campos Correa – Graduando em Engenharia Florestal na Universidade Federal Rural da Amazônia, onde integra o Núcleo de Pesquisa Vegetal Básica e Aplicada. Entre 2013 e 2015, foi bolsista do programa Ciência Sem Fronteiras no College of the Rockies, Canadá, onde foi premiado pelo Fraser Institute com uma “bursary travel” para participação em um seminário de políticas públicas. No Brasil, trabalhou como trainee na Secretaria Estadual de Meio Ambiente do Pará e EMBRAPA.

Maiara Martines – Pós-graduanda em Comunicação Organizacional pela Faculdade Cásper Líbero. Graduada em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. Possui experiência em comunicação corporativa e assessoria de imprensa e hoje atua na Comunicação Interna do Itaú Unibanco. Atualmente desenvolve um trabalho de conclusão de curso sobre os diálogos políticos, sociais e econômicos na questão da água.

Priscila de Carvalho – Estudante de Engenharia Elétrica com ênfase em Automação e Controle na Poli-USP. Fez iniciação científica em mobilidade urbana sustentável com foco em guiagem automática de veículos. O projeto participou do Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP em 2011. Já estudou na Universidade de Karlsruhe e trabalhou na empresa Robert Bosch GmbH, ambas na Alemanha. Tem um projeto de startup voltada para acessibilidade, MaisAcesso, em desenvolvimento junto à USP.

Paula Fontana de Lima – Formada em Relações Internacionais pela PUC Minas, com Trabalho de Conclusão de Curso sobre a intervenção das Nações Unidas e da Cruz Vermelha em Ruanda durante o genocídio em 1994. Graduanda em Direito pela UFMG. Escreveu um artigo sobre a reforma no conselho de segurança, sendo selecionada, com bolsa, para participar da Terceira Conferência de Paz de Haia. Já morou nos Estados Unidos.

Olivia Miranda Carneiro – Graduanda em Economia pela USP. Desenvolve pesquisa sobre os fatores que explicam a baixa produção de tecnologia no Brasil em comparação com os demais BRICS e países desenvolvidos. Possui experiência no mercado financeiro, com passagem pelo portal Infomoney e pela corretora de valores Futura. Também trabalhou com direito econômico, no escritório Magalhães e Dias Advocacia, onde teve contato com a análise da concorrência no Brasil no estudo das políticas antidumping, antitruste e de Processo Produtivo Básico.

Flávia Pedrosa Costa – Mestranda e bacharel em Relações Internacionais pela PUC-MG, com especialização em Gestão de Negócios pela Fundação Dom Cabral. Possui experiência no setor público e atualmente integra o grupo de pesquisa em Processos Decisórios (CEPDE) da PUC-MG e é pesquisadora na área de Negócios Internacionais e Estratégia da FDC. Recebeu o “Prêmio Jovem Cientista do Futuro” (CNPq) pelo desenvolvimento de pesquisa sob o tema “Energia elétrica: geração, transmissão, distribuição e uso racional”.

O Instituto Global Attitude parabeniza os aprovados. Aos que não foram escolhidos, não desistam. Divulgaremos nas nossas redes quando outras inscrições estiverem disponíveis.