Conheça os jovens que irão ao Annual Meetings 2019

Sete jovens foram selecionados para representarem o Diplomacia Civil no Annual Meetings, que acontece em Washington, de 14 a 20 de outubro. Realizado anualmente, este é o principal evento do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional (FMI) para discutir os progressos das duas organizações ao longo do ano, além de debater sobre questões monetárias internacionais e aprovar resoluções correspondentes para a implementação de novas políticas financeiras. 

Para enriquecer a experiência dos delegados, reuniões com personalidades influentes são agendadas para uma troca mais próxima. Para o Annual Meetings deste ano, um encontro com o Diretor Executivo do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), José Guilherme Reis já está agendado. Os jovens são preparados para esse momento por meio da participação do Diplo.Labs, uma série de workshops que desenvolvem algumas habilidades e conhecimentos para que eles possam tirar o maior proveito dessa oportunidade. 

 

Amabile Araújo é economista formada pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, pós-graduada em Marketing pelo Insper. É aluna do RenovaBR, iniciativa que nasceu na sociedade civil, com o objetivo de preparar novas lideranças para entrar na política. Atualmente trabalha como Especialista de Gestão Comercial na Bombril com a responsabilidade de aplicar projetos comerciais por todo Brasil. Além disso atuou nas áreas de Inteligência de Mercado e Marketing em empresas como Astrazeneca, Novartis e Danone.

 

 

 

Giulia Carneiro é estudante de Relações Internacionais na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) e é Analista de Comércio Exterior pela Fundação Getúlio Vargas. Na graduação, seus eixos de especialização são Comércio Internacional e Cooperação. Atualmente atua como Presidente da Liga Acadêmica de Comércio Internacional do IRI (PUC-RJ), organização acadêmica da qual é membro-fundadora e que visa ampliar o contato com os alunos com a área e busca sanar eventuais demandas existentes. Seu principal interesse de pesquisa é como o comércio pode ser usado como um efetivo instrumento  de desenvolvimento e, também, a concepção de diferentes grupos de interesse em relação ao mesmo.

 

Lucas Franceschini é graduando em ciências econômicas pela Puc Minas e monitor de Econometria 1 e 2 pela mesma universidade. Trabalhou na CCIABM assessorando brasileiros a realizar exportações para o continente africano e, em especial, Moçambique. Além disso, realizou estudos pela Fundação Dom Cabral mensurando os impactos dos custos lógicos nas empresas brasileiras bem como projeções de melhoria da infraestrutura e gestão na cadeia de suprimentos do país. Foi um dos criadores do time Enactus Puc Minas, primeiro time Enactus em uma universidade privada de MG e participou na criação de um jogo de educação financeira em parceria com o CCBB. Atualmente, trabalha na área de planejamento da Federação do estado da agricultura de Minas Gerais em projetos de análise das demandas dos produtores rurais do estado.

 

Luiza Gil de Lima é advogada e atualmente cursa Relações Internacionais, ambas pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Capacitada em Negociações Internacionais pela Universidade de São Paulo – USP, e pós graduada em Direito Internacional, tem histórico de atuação na área jurídica empresarial. Atualmente é Coordenadora de Desenvolvimento de Projetos na Câmara Internacional de Negócios, instituição que tem o escopo de promover e fomentar o comércio e o fluxo de capitais entre os países. Já liderou missões empresariais internacionais para países da América Latina, como a Colômbia, bem como missões inversas, liderando delegações internacionais no Brasil.

 

 

Renê Naimeg é graduando em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP), tendo cursado Relações Internacionais no IRI-USP por um ano, além de curso na área de Relações Internacionais na FGV-EAESP. Trabalha como estagiário jurídico no Morgan Stanley, auxiliando as diversas áreas de front e back-office do conglomerado no Brasil e na América do Sul. Participou como pesquisador e orador na edição de 2018 do Foreign Direct Investment Moot, sediado em Estocolmo, Suécia. Além disso, foi membro do Observatório de Direito Internacional da FD-USP e, atualmente, é membro do Centro de Estudos do Mercado Financeiro e de Capitais da FD-USP.

 

Samuel Franco Fernandes é bacharelando em Direito pela Faculdade de Direito Milton Campos (FDMC) e especialista em European City and Regional Development Planning, pela Humboldt-Universität zu Berlin, na Alemanha. Atualmente é Assessor Parlamentar na Câmara Municipal de Belo Horizonte, onde atua no setor técnico-legislativo e jurídico do mandato do Vereador Gabriel, uma dos grandes nomes da renovação Política no Brasil. Anteriormente, integrou o quadro de funcionários no escritório Sette Câmara Correa e Bastos, referência em e-commerce no país. Foi Vice presidente da associação Pedro Gelape e contribuiu para coluna mensal do extinto jornal local Vila da Serra

 

Thiago Frizera cursa Direito na Faculdade de Direito de Vitória (FDV). Participa do Grupo de Pesquisa “Estado, Democracia Constitucional e Direitos Fundamentais”, pesquisando acerca dos Deveres Fundamentais e o Direito Internacional. Além disso, é Diretor de Projetos da Empresa Jr. de Direito da Faculdade.