Delegação viaja a Nova York para participar de fórum da ONU sobre conservação florestal

Neste sábado (4), uma nova delegação do Diplomacia Civil embarca a Nova York, EUA, para participar do UN Forum on Forests, ao lado de representantes dos Estados membro da ONU, organizações internacionais e membros com Status Consultivo no ECOSOC para discutir estratégias de implementação dos objetivos focados na preservação de florestas no mundo, por meio da cooperação financeira e tecnológica internacional.

Criado no ano 2000, o objetivo principal do evento é promover a gestão, conservação e desenvolvimento sustentável de todos os tipos de florestas, promovendo o diálogo para melhorar a cooperação e coordenação em questões florestais e fornecendo, ainda, um panorama florestal que abrange aspectos econômicos, sociais e ambientais.

Como processo preparatório para a viagem, a delegação, composta por três mulheres, passou por cinco Diplo.Labs (workshops) e estão em fase de finalização de seus artigos, com temas voltados ao assunto do fórum – sugeridos por elas mesmas -, orientadas por um professor especialista. Já em Nova York, a delegação contará, além das palestras e debates do evento, com agenda exclusiva de reuniões e encontros com líderes e especialistas, promovidos pela coordenação do Diplomacia Civil.

Conheça as selecionadas:
Fernanda Martins Freitas é graduanda em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e trabalha no escritório Battaglia e Pedrosa Advogados, com foco em Contencioso Empresarial. Participou de diversas competições nacionais e internacionais de negociação e mediação, ficando em terceiro lugar na The IBA-VIAC Mediation & Negotiation Competition – CDRC/ Vienna (2017), e obtendo resultados significativos na I Competição Brasileira de Mediação e Negociação Empresarial – CAMARB (2016), International Commercial Mediation Competition – ICC/ Paris (2017) e CPR International Mediation Competition (2017). Publicou monografia científica pela PUC-SP sob o tema “Mediação na Administração Pública” e participou do programa Public International Law Program, da PUC-SP, onde teve a oportunidade de visitar órgãos internacionais como o Palácio da Organização das Nações Unidas; Alto Comissariado da ONU para Refugiados; Organização Internacional do Trabalho; Organização Mundial do Comércio; Tribunal Penal Internacional e Corte Internacional de Justiça.

Helena Andrade é graduanda em Relações Internacionais pelo Instituto de Educação Superior de Brasília (IESB) e em Ciência Política pela Universidade de Brasília (UnB). Possui estudos direcionados a temas como meio ambiente, políticas indigenistas e antropologia. Apresenta forte habilidade de comunicação escrita, reconhecida através do primeiro lugar no IV Concurso SINEPE de Redação (2015) e do destaque no projeto Jovem Escritor, desenvolvido pela Fundação Matias Machline (2016). Participou ainda da Olimpíada Brasileira de Linguística (2017) e da Expedição Amazônia 21 (2019). Atualmente, compartilha seus conhecimentos e experiências através das mídias sociais, atuando em prol de uma maior democratização do saber.

Julia Sydow é Engenheira Florestal pela Universidade Federal do Paraná. Passou por Iniciação à Docência e Científica, Empresa Júnior e eventos do MEJ (Movimento Empresa Júnior), Estágios de verão, colaborou no CAEF (Centro Acadêmico de Engenharia Florestal), Curso de Manejo Florestal do INPA, Estágio profissional na Fibria e Apresentação de resumo em Congresso Florestal Latino-Americano com ênfase em Manejo Florestal e Mudanças climáticas. Todas essas experiências expandiram sua mente e propiciaram conhecer pessoas incríveis, e ainda, identificar todos os potenciais os quais poderia explorar. Sua busca continua e, nesse caminho, encontrou o Instituto Global Attitude, ao identificar que o Brasil é um país florestal e deve se reconhecer como tal para alcançar uma sociedade mais justa e sustentável.

Acompanhe nossas redes sociais (FacebookTwitter e Instagram) para ver tudo o que as delegadas estarão vivenciando no fórum.