Conheça os delegados do Nobel Peace Summit 2017

No próximo dia 1º de fevereiro, quarta, os oito delegados selecionados pelo Instituto Global Attitude embarcam para Bogotá, na Colômbia, para participar do Nobel Peace Summit. Ao todo, 170 pessoas fizeram parte do processo seletivo e, agora, os oito escolhidos agora vão ter uma agenda cheia de debates sobre o processo de construção da paz. Veja quem vai fazer parte da delegação:

Conheça um pouco mais sobre os delegados:

Álison Ribeiro é graduado em Administração pela Universidade Federal da Bahia. Atuou em mais de 16 coletivos pelo Brasil. É Co-fundador da Alavanca Educacional, Negócio Social que conecta educação, tecnologia e autoconhecimento na jornada do estudante, reconhecido pelo ganhador do Premio Nobel da Paz, Prof. Muhammed Yunus, como um dos projetos que pode mudar a educação no mundo. Atualmente é um dos trainees do Vetor Brasil, alocado para trabalhar com inovação social no Governo do Estado do Amazonas, fomentando empreendedorismo social na Amazônia.

——————————————————————————————————————————————————————————-

Luciana Sonck é socióloga e mestranda em Planejamento e Gestão do Território. Atua como consultora de gestão de projetos, modernização em políticas públicas e democratização do acesso/transparência em governo, atualmente em parceria com a UNESCO. Trabalhou no Instituto Votorantim no Programa de Apoio à Gestão Pública, em parceria com o BNDES, beneficiando municípios em todo o Brasil com captação de recursos e planejamento urbano e regional. Como empreendedora social, é co-criadora da Butique Sustentável, iniciativa de reeducação do consumo.

——————————————————————————————————————————————————————————-

Amaralina Xavier é formada em Comunicação Social pela UFRGS, trabalhou com pesquisa etnográfica em Hubs de Inovação no Rio Grande do Sul. É co-fundadora do coletivo Porto Alegre Como Vamos, uma plataforma digital que, além de acompanhar o executivo e legislativo, se propunha a facilitar discussões e encontros para educação política, justiça social e cidadania. Com especialização em Planejamento de Comunicação Estratégica pela PUCRS, hoje estuda na University for Peace, da ONU, questões como uso das tecnologias para promover a paz e educação para direitos Humanos.

——————————————————————————————————————————————————————————-

Bruna Adamatti é graduada em Direito pela FDSBC. Estagiou em órgãos públicos, prestando assistência jurídica no POUPATEMPO e servindo junto aos procuradores do município de São Bernardo do Campo. Trabalhou como Fundraiser para Oxfam Ireland e em renomadas escolas das redes Pearson e Oxford. Atualmente, trabalha junto ao diretor executivo da Sister Cities no Brasil, representante do projeto “Nosso Futuro Comum. Participou da Virada das Nações Unidas, onde teve voz ativa. Hoje seu foco é promover a paz mediante a Educação livre, o multiculturalismo e a erradicação da intolerância.

——————————————————————————————————————————————————————————-

Alice Gaudiot é estudante de direito pela Universidade Federal de Pernambuco. Já lecionou no Vestibular Cidadão, um pré-vestibular voluntário que assiste alunos de poucas condições financeiras. Participa ainda do projeto Pro Bono Recife, auxiliando comunidades carentes com seus problemas na área criminal. Em 2016 foi uma das vencedoras do Torneio de Mediação promovido pela ESMATRE em conjunto com a INADR, tendo sido premiada com uma bolsa para competir na Escócia representando o Brasil na competição internacional. Atualmente trabalha no Tribunal de Justiça de Pernambuco

——————————————————————————————————————————————————————————-

Thiago Freitas Rubim é assistente jurídico do Ministério Público de São Paulo (MP-SP). Foi advogado em diferentes escritórios de advocacia e empresas, e também em convênio com a Defensoria Pública de São Paulo (DPESP). Foi graduado cum laude em Direito pela Faculdade de Direito de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (FDRP-USP), e é mestrando em Direito Processual Civil pela Faculdade de Direito, da Universidade de São Paulo (FDUSP). É membro do Instituto Paulista de Cidades Criativas e Identidades Culturais (IPCCIC).

————————————————————————————————————————————————————————————————————————-

Liziane Silva, é fundadora e CEO da Ink, membro do Hub São Paulo dos Global Shapers, fellow do Young Leaders of the Americas Initiative. É também fellow do Global Good Fund, participante do programa 10.000 Mulheres da Goldman Sachs, Babson e FGV. Formada em Economia pela UFPR, certificada no Innovation Master Series em Stanford e em Avaliação de Projetos Sociais pelo MIT Poverty Action Lab e PUC Rio. Em 2015 Liziane foi reconhecida pela APMG e PM4NGOs como referência global na promoção da profissionalização da gestão de projetos de desenvolvimento internacional e humanitário.

——————————————————————————————————————————————————————————-

Letícia Freire é estudante de bacharelado em Direito, se especializando em Direito Internacional e Empresarial pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC-RJ). Integra o Núcleo de Competições Internacionais da Faculdade de Direito do IBMEC-RJ na área de Arbitragem Empresarial. Cursou Direitos Humanos Internacionais, pela Université Catholique de Louvain. É fundadora e atual Diretora Acadêmica do instituto de pesquisa Globalist Institute, cujo objetivo é aproximar estudantes de diferentes nacionalidades nos debates acerca de temas estratégicos.

——————————————————————————————————————————————————————————-

O Instituto Global Attitude deseja uma ótima viagem aos delegados! E lembramos que há vários eventos e delegações planejados para este ano, logo, se você não foi escolhido dessa vez, não desanime. Siga a nossa página no Facebook ou assine nossa newsletter e fique ligado nos prazos de inscrição.

Antes da viagem

Os delegados farão parte de um programa de preparação antes do evento. Contando com quatro workshops, ministrados pelo americano Maxwell Lantz, mestre em Relações Internacionais pelo Graduate Institute of International and Development Studies (Genebra, Suíça), pelo Professor Doutor Sérgio Gil Marques dos Santos, doutor em Ciência Política pela USP e professor das Faculdades Integradas Rio Branco, e também pelo professor Cesar Alves Ferragi, doutor em Administração Pública pela International Christian University (Japão) e professor de Relações Internacionais da ESPM. Os workshops abordam temas como a História do Brasil no contexto da construção da paz mundial, Inglês para negócios, Técnicas de Networking e Como representar o Brasil no exterior. Além dos workshops de preparação, os delegados também vão ficar responsáveis pela produção de um artigo, de opinião ou de pesquisa, ligado à temática do evento.

Durante o Fórum, os delegados vão apresentar o workshop “Caminhos para a implementação do ODS 16 no Brasil”, cujo objetivo é apresentar os desafios de implementação dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, especialmente do ODS 16, no contexto brasileiro. A proposta do workshop é apresentar como, a partir do empoderamento da população jovem, podemos desenvolver soluções para os desafios da justiça social, e como isso já está acontecendo no Brasil.