Jovens brasileiros participarão do OECD Forum 2018. Conheça delegação

Oito jovens brasileiros compõem a delegação do programa Diplomacia Civil que irá ao OECD Forum 2018, evento anual promovido pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OECD, na sigla em inglês), que acontece entre os dias 29 e 30 de maio, em Paris, França.

Sob o tema “O Que Nos Une?”, o evento é uma oportunidade de debate entre governo, sociedade civil, terceiro setor, acadêmicos e representantes da OCDE sobre como enfrentar os principais desafios econômicos, sociais e de governo, decorrentes da economia globalizada, reunindo mais de 3 mil pessoas dos mais diversos países.

Ainda como parte do programa, os delegados contam com workshops preparatórios para a viagem e estão em fase de produção dos artigos, com temas voltados ao assunto do fórum, sugeridos por eles mesmos, orientados por um professor especialista. A delegação aterrissa em Paris no próximo domingo, onde além de participar das palestras e debates do evento, contará também com uma agenda exclusiva de reuniões e encontros com líderes e especialistas, promovidos pela coordenação do Diplomacia Civil.

Conheça os selecionados:

Breno Fernandez é graduado em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais, com foco em análise do discurso político. Foi um dos fundadores do grupo de pesquisa Éthos Ético em 2010, o qual ainda permanece em atividade na Faculdade de Letras da UFMG. O projeto tem como escopo os escritos do filósofo alemão Jürgen Habermas, fundamentado em sua Teoria Moral, vinculada à Teoria da Ação Comunicativa. Possui pós-graduação em Políticas Públicas pelo Instituto Universitário de Lisboa e em Administração Pública pela PUC Minas. Atualmente é graduando em Relações Econômicas Internacionais na UFMG e desenvolve projetos de pesquisa em Integração Regional e em Lobismo/Grupos de Interesse. Trabalha como servidor público municipal.

Giovanni Razera é graduado em Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia pela Universidade Federal do Paraná. Morou em Budapeste durante um ano, cursando dois períodos de Bioengenharia na BME – Budapesti Műszaki és Gazdaságtudományi Egyetem. Ali trabalhou no CRC-HAS (Centro de Pesquisas da Academia Húngara de Ciências), com o tratamento plasmo-enzimático da indústria têxtil. Possui dupla diplomação de mestrado (Universidade Federal do Paraná – Brasil e Aix-Marseille Université – França) na área de biocombustíveis por meio do BIODEV – programa da UNESCO para formação de mestres e doutores com acordos bilaterais. Ainda no Ensino Médio fez intercâmbio para Londres, Inglaterra, após concorrer com outros 800 alunos, tendo sido selecionado após testes e entrevistas. Atualmente trabalha no SESI-SP como Gestor Trainee.

 

Isabella Prado é graduanda em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG). Atualmente, é estagiária do Observatório de Cooperação Internacional (OCI) e participa como monitora voluntária no projeto de extensão “Grupo de Pesquisa Relações Internacionais do Atlântico Sul”. Realizou intercâmbio acadêmico na IÉSEG School of Management, em Lille, na França. Além disso, possui grande interesse na área de cooperação internacional e integração regional, tendo iniciado seus estudos voltados a este tema.

 

Lucas Francato é graduando em Engenharia de Produção na Universidade de São Paulo e atualmente faz intercâmbio acadêmico na Technische Universität Hamburg (TUHH), em Hamburgo. Membro do Grupo de Pesquisa em Gestão da Mudança, com foco em pesquisa sobre Propósito Organizacional e Cultura, teve o artigo “Vantagens e Desafios na implementação do Propósito em Empresas Consciente: uma contribuição Teórica” apresentado no XXXVII Encontro Nacional de Engenharia de Produção (ENEGEP). Atuou em diversas entidades acadêmicas, como a Empresa Júnior (EESC jr) e o Centro Acadêmico Armando de Salles Oliveira (CAASO), onde foi tesoureiro, e atualmente está focado em desenvolver uma rede universitária com o objetivo de fomentar práticas de organizações e conceitos de um modelo mais consciente e humano para o público Universitário.

Rebecca Faroro Giovannetti é graduanda em Relações Internacionais e Economia pela Boston University (BU), Estados Unidos. Está no executive board de BU Brazilian Association, onde planeja eventos e organiza iniciativas pra integrar a cultura brasileira à comunidade acadêmica. É também Layout Coordinator e Escritora para o jornal acadêmico International Relations Review. Foi editora assistente e escritora na publicação digital The Odyssey Online, com autoria de 16 artigos. Passou três meses em Londres, Inglaterra, completando cursos acadêmicos em London Imperial College em política, segurança e história da Grã-Bretanha. Atualmente, faz intercâmbio acadêmico na Université de Genève, na Suíça, onde também foi estagiária em desenvolvimento econômico no âmbito das negociações internacionais da ONU e OMC com CUTS International. Está defendendo tese honorária sobre as consequências eleitorais de corrupção institutional nos países dos BRICS.

Ricardo Fontes é graduando em Economia pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP). Atualmente faz intercâmbio acadêmico na Universität Innsbruck, na Áustria. Atuou como estagiário de Pesquisa Econômica no Banco de Investimento Credit Suisse, desenvolvendo e colaborando com a produção de diversos estudos acerca da economia brasileira, principalmente quanto ao mercado de trabalho, à produtividade e ao setor bancário no país. Foi também presidente da Liga de Mercado Financeiro FEA-USP, a mais antiga instituição brasileira do tipo, onde ajudava a aproximar o mercado financeiro do meio universitário por meio de cursos, palestras e grupos de estudo com parceria das principais instituições financeiras atuantes no país.

Victor Mendes é graduando em Relações Internacionais pelo Instituto Brasileiro de Mercados e Capitais (IBMEC-MG). Após morar um ano na Austrália, onde estudou e trabalhou, iniciou a graduação, na qual até o momento recebeu quatro prêmios por mérito e desempenho acadêmico. Participou de vários grupos de estudo, com abordagem, por exemplo, em comércio exterior e logística com foco no mercado europeu e do Oriente Médio e de teorias e práticas de negociação. Com interesse em expandir seus estudos na área de segurança e inteligência internacional, cursou o minicurso de Terrorismo e Fundamentalismo Religioso em sua instituição de ensino e realiza o curso online Religious Literacy: Traditions and Scriptures da Universidade de Harvard. Além de graduando, é atualmente Auxiliar de Exportação na Embaré Indústrias Alimentícias S.A.